Gif de solos! Conservação dos solos.


No tempo geológico, o solo que temos disponível é algo muito recente, acabou de nascer, pois resulta das condições atmosféricas, biológicas e geológicas de nossa época, o holoceno, cujo últimos 10 mil anos significam um piscar de olhos na história da terra.
Também, num piscar de olhos, podemos perder este mesmo solo, que poderia abrigar uma floresta ou mesmo produzir alimentos, e no lugar encontrarmos um buraco gigante, uma voçoroca. Isso ocorre quando o solo é manejado incorretamente ou quando é deixado exposto, sujeito ao rigor do sol e das águas das chuvas que levam todo seu material aos rios e estes acabam ficando assoreados. Prejudicando, como um dominó, uma variedade de outras atividades dos homens e da natureza.
De certa forma, podemos dizer que o Solo também precisa de roupa e carinho, essa roupa pode ser uma floresta ou uma boa camada de palha sobre um solo que esteja prestes a ser cultivado. E no carinho, maquinas agrícolas mais leves ou que distribuem melhor seu peso, junto com técnicas de cultivos mais cuidadosos, respeitando os diferentes tipos e características do Solo. O que o solo não pode ficar é sem roupa e sem cuidados.

Fonte da imagem: Igo F. Lepsch. Formação e Conservação dos Solos. 2ªed. Oficina de Textos. 2010.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Um poema aos solos!

Funções do Solo